Alexandre descobriu que é filho do seu ídolo. Esta novela não teve final feliz

11 de febrero de 2015 06:30 AM

3 0

Diario Noticias / Alexandre Dumoulin cresceu apaixonado por râguebi e pelo clube da terra−natal, Bourgoin−Jallieu (pequena cidade no sudeste francês), sem imaginar que o homem que mais admirava − Marc Cécillon, terceiro linha que quase guiou uma equipa modesta ao título gaulês, de 1997 − era o seu pai. Descobriu−o já rapaz criado, aos 17 anos. E guardou o segredo até agora, quando é, também ele, uma figura da seleção francesa de râguebi.

O escândalo, com contornos de telenovela, marcou desde fins de janeiro a preparação da França para o Torneio das Seis Nações (sábado, os bleus jogam a segunda jornada, na República da Irlanda − ver caixa). Aos 25 anos, Alexandre Dumoulin, centro da seleção francesa e do Racing Métro 92, decidiu tornar público o "segredo de Polichinelo" que guardava desde 2006.

"O Alexandre está a tornar−se um jogador mediático e isto acabaria por chegar, um dia ou outro, às redes sociais. A sua escolha é reconhecer a situação para evitar que se especule e fantasie sobre o que ele sofreu. O Alexandre nunca deixou de se sentir amado pela mãe e pelo padrasto", declarou Jérémy Bouhy, agente do atleta, ao jornal L"Équipe, depois de explicar que o anúncio fora previamente acordado com os representantes da seleção francesa e da família de Marc Cécillon.

Fuente: entornointeligente.com

A la página de categoría

Loading...